ESPECIAL MÊS DO ORGULHO ALGUÉM AVISA, COM: MANOELA MEDEIROS

Em Junho ao redor do mundo todo é celebrado o mês do orgulho LGBT. A data se tornou representativa após o início dos movimentos iniciados em Nova Iorque. O mês faz referência à revolta de Stonewall, ocorrida em 28 de junho de 1969, quando um grupo de LGBT’s resolveu enfrentar a frequente violência policial sofrida pelos homossexuais. Por isso, neste mês tão importante reunimos algumas entrevistas de pessoas que fazem parte da comunidade, para falarem sobre a data.

Nossa entrevistada hoje é: Manoela Medeiros, sapatão, Psicóloga, integrante da ONG SOMOS, organizadora da Parada Livre de Porto Alegre. Confira abaixo a entrevista:

1 – O que é orgulho LGBT para você?

É o resultado da luta e resistência de muitas das nossas no passado e que temos que defender sempre, pois muitas de nós ainda têm problemas em se assumir e viver bem sendo LGBT, por todo o preconceito que lidamos socialmente.

2 – O que você diria para quem nesse momento está em uma situação de medo?

Que a gente está distante, mas não podemos nos isolar. Temos que achar formas de fortalecer nossos afetos, de nos unir mesmo que virtualmente. Mantenha contato com as pessoas que tu ama, tu não precisa lidar com todo esse caos sozinha. E em situações mais extremas, procure uma profissional, existem diversas psicólogas disponibilizando seu trabalho de forma gratuita. 

3 – O que você deseja para 2020 e o que acha ser necessário fazer para que isso aconteça?

Conscientização, que as pessoas  façam sua parte em relação à pandemia, ao cenário político e social. Que entendam a gravidade do momento que estamos vivendo e do peso de suas atitudes. Que saiam de uma militância que se limita a internet que encontrem formas de ação na vida real.

4 – O que não podemos mais tolerar?

Bolsonaro no poder e a falta do debate sobre raça, gênero e classe dentro da comunidade LGBT. Existe muito racismo, misoginia, machismo, gordofobia e muitos outros preconceitos entre LGBTs.

5 – Quem é a sua maior referência no mundo LGBT?
Tenho muitas, mas aqui em Porto Alegre 3 mulheres me inspiram muito: Taynah Ignacio, Valéria Barcellos e Daiana Santos.

Siga o Alguém Avisa no seu Canal no YouTube e confira conteúdos especiais.