ATLETAS LGBT’S FALAM SOBRE HOMOFOBIA EM DOCUMENTÁRIO ESPORTIVO

O documentário ‘Sozinho no Jogo’ aborda a homofobia nos esportes profissionais. Nos últimos anos, a comunidade LGBTQ teve algumas vitórias significativas na batalha pela igualdade. No entanto, o preconceito contra pessoas LGBT em esportes profissionais continua a afetar atletas e torcedores.

No novo documentário, os cineastas lançam uma luz sobre a discriminação LGBT em esportes profissionais. Sozinho no jogo, que foi está sendo lançado neste mês de junho, apresenta entrevistas com atletas profissionais abertamente LGBT’s que discutem a homofobia e a conduta anti-LGBT nos esportes. O jogador de basquete Layana White foi recentemente assediado por ter um relacionamento com um de seus companheiros de equipe. White admite que ela ficou no armário na esperança de promover sua carreira profissional. A decisão de esconder sua identidade sexual a deixou suicida. “Não pergunte, não conte era o mandamento, e isso apenas o coloca mais no armário. Como atleta, você trabalha toda a sua vida por essa bolsa de estudos. Eu senti que a única opção era apenas tirar minha vida ”, revela ela no trailer.

Muitos outros atletas de fora emprestam suas vozes ao documentário. Os entrevistados incluem o ex-jogador da NBA Jason Collins, o astro do futebol aposentado Robbie Rogers, o freeskier olímpico Gus Kenworthy e o ex-astro da NFL Ryan O’Callaghan. David McFarland, o produtor executivo do filme, disse ao USA Today que o documentário “vai expor uma cultura de exclusão, fanatismo e discriminação” que encoraja os atletas a permanecer no armário.

Assista ao trailer abaixo:

Siga o Alguém Avisa nos perfis oficiais no Twitter, no Facebook e no Instagram.