FILME ‘MEU CORPO POLÍTICO’ MOSTRA O COTIDIANO LGBT NA PERIFERIA DE SÃO PAULO

Meu corpo é político aborda o cotidiano de quatro militantes LGBT que vivem na periferia de São Paulo. A partir da intimidade e do contexto social dos personagens, o documentário levanta questões contemporâneas sobre a população trans e suas disputas políticas. O filme está previsto para estrear em novembro e promete inclusive uma pre-estreia em Porto Alegre. Enquanto o filme não sai, a gente fica assistindo o trailer no repeat. 


Com Fernando Ribeiro, Giu Nonato, Linn da Quebrada e Paula Beatriz, direção de Alice Riff, produção executiva e argumento de Heverton Lima, linha editorial e pesquisa de Bruno César, direção de produção e assistência de direção de Thaísa Valadão, direção de fotografia de Vinícius Berger, assistência de câmera de Eduardo Ducho, montagem de Yuri Amaral, som direto de Tales Manfrinato, Tomás Franco, Gustavo Nascimento e Caio Mazzilli. Desenho de som e mixagem de Daniel Turini e Fernando Henna da Confraria de Sons & Charutos. Correção de cor e finalização de imagem de Henrique Reganatti da Zumbi Post, artes gráficas de Guilherme Falcão e produção da Studio Riff e Paideia Filmes.

Veja mais no site do Alguém Avisa e siga também as atualizações nos perfis oficiais no Twitter, no Facebook e no Instagram.